7.2.08

Podia ser em Laboncinho... mas não é!

Como este mundo virtual nos liga a quem não conhecemos mas com quem nos (re)conhecemos na partilha de sensações muito materiais...

Voltei a este meu espaço que quase abandonei...
Pois é, a falta de tempo, o muito viver no meio virtual que me faz apetecer, nos tempos livres, voltar ao mundo mais palpável...


Mas hoje dei conta de uma mensagem/comentário que alguém (um ou uma Deo) me deixou num
post já muito antigo e que me fez muito bem :)
Reconhecemo-nos no que nos liga afectivamente a locais, a sensações, a experiências... E fiquei com vontade de saber mais de si... O que está a fazer em Lisboa? Como está Laboncinho agora? Ainda há cheiro de pão amassado a pairar no ar?
E embora o (re)conhecimento venha pela vivência nestes meios virtuais, fiquei desconsolada :( de não encontrar forma de continuar a partilha dessas sensações a não ser assim... voltando a viver no meu blog para, talvez, voltar a ser encontrada e, quem sabe, ter já um meio virtual de seguir um rasto...


Fui tentar perceber como tinha chegado até este cantinho que é uma mensagem do meu blog e depois de uma pesquisa rápida no Google percebi que esse post era a única presença personalizada da terra (além dos códigos postais, de mapas,...)!
Infelizmente não tenho nenhuma foto digitalizada de Laboncinho mas sei que tenho algures umas antigas que vou tentar recuperar e digitalizar. Pode ser interessante dar mais presença a uma terra que me está no coração tornando-a muito mais visível na net.
E você Deo, não quer colaborar?

7 comentários:

deolinda disse...

olá mais uma vez cá estou de novo para falar consigo, o meu nome é Deolinda eu estou em Lisboa porque infelizmente é aqui que se consegue uma vida melhor, mas continuo a ir lá regularmente...Laboncinho tem agora poucos habitantes e já não há o cheiro a pão, mas na pascoa ainda cheira a "trigo de ovos" como lá chamam, também na altura em que fazem a festa em honra de santa Barbara "cheira a forno"onde todos assam a carne para o almoço que oferecem aos amigos.

deolinda disse...

neste momento não tenho nenhuma foto de laboncinho mas na proxima visita vou trazer. se quiser ficar com o meu e-mail é:deox@live.com.pt
até breve

Laboncinho disse...

Ter. Morgado
Olá!
Vamos juntar-nos no Facebook?
(Laboncinho Morgado)
A intenção é divulgar a nossa aldeia e partilhar experiências...
Deixo E-Mail : morgado.ter@gmail.com

luis ferreira disse...

Olá sou filho do Zé, filho da vó margarida e vô adriano,fico muito feliz em rever fotos de pessoas e do lugar no qual eu nasci, apesar de sair ainda novinho guarda pelas fotos e historias de meu pai e meus tios que se quisessem escreveriam um livro com as mais variadas historias de suas vidas ai e com uma riqueza de memoria e sentimentos na qual fui criado com muito orgulho de todo esse povo que ai vive e viveram, um abraço a todos, com muito orgulho desta lindo lugar que nasci. abraços e lembranças a todos!!!!

luis ferreira disse...

Olá sou filho do Zé, filho da vó margarida e vô adriano,fico muito feliz em rever fotos de pessoas e do lugar no qual eu nasci, apesar de sair ainda novinho guarda pelas fotos e historias de meu pai e meus tios que se quisessem escreveriam um livro com as mais variadas historias de suas vidas ai e com uma riqueza de memoria e sentimentos na qual fui criado com muito orgulho de todo esse povo que ai vive e viveram, um abraço a todos, com muito orgulho desta lindo lugar que nasci. abraços e lembranças a todos!!!!

Antunes disse...

Sempre gostei muito de ver as fotografias antigas vendo as pessoas que tinham muita dificuldade na vida

Antunes disse...

Sempre gostei muito de ver as fotografias antigas vendo as pessoas que tinham muita dificuldade na vida